Domingo, 16 de Junho de 2024
Publicidade

Chegada do Inverno acende alerta para o perigo das doenças alérgicas e respiratórias

Período coincide com os festejos juninos que também podem piorar a condição de saúde dos alérgicos

05/06/2024 às 19h10 Atualizada em 05/06/2024 às 19h15
Por: Da Redação Fonte: Lume Comunicação
Compartilhe:
Doenças alérgicas e respiratórias exigem cuidados especiais nesta época do ano (Divulgação)
Doenças alérgicas e respiratórias exigem cuidados especiais nesta época do ano (Divulgação)

A mudança de estação, principalmente no período de transição do Outono para o Inverno, propicia a propagação de vírus devido à mudança de comportamento das pessoas, que ficam mais tempo em ambientes fechados. De acordo com o otorrinolaringologista André Apenburg, diretor médico da Otorrino Center, empresa que integra o Grupo H+Brasil, uma das maiores holdings de saúde com multiespecialidades do país, as constantes inversões climáticas pelas quais o soteropolitano passa nesta época do ano, com temperaturas um pouco mais baixas, maior umidade causada pelas chuvas abundantes e incidência de ventos fortes alternados com períodos de sol e abafamento, podem desencadear também as crises de rinite não alérgica, de origem vasomotora, pois esta forma da doença está relacionada com a mudança brusca de temperatura que altera a contração dos vasos sanguíneos do nariz.

“A rinite consiste numa inflamação da mucosa nasal, podendo acontecer nas formas aguda, crônica, infecciosa e alérgica (mais comum e geralmente desencadeada pelo contato com poeira, pólen, fungos, ácaros, pelos de cães e gatos, dentre outros). A obstrução nasal, coriza, espirros seguidos, coceira no nariz, na garganta, nos olhos e nos ouvidos são os sintomas mais típicos e desconfortáveis”, afirma André Apenburg. Segundo ele, seja de origem alérgica ou vasomotora, a rinite acontece com mais frequência nesta época por haver maior alternância de temperatura e por se tratar de um período com maior circulação de vírus respiratórios.

O especialista também faz alguns alertas: “No inverno, nem sempre o fator viral está presente. O clima mais frio também pode favorecer problemas respiratórios, quando, por exemplo, a gente pega uma roupa ou cobertor que não foram bem armazenados e estão cheio de ácaros, que vão deflagrar crises de rinite alérgica. São comuns também os episódios desencadeados diretamente pela baixa temperatura de forma reflexa, como o caso daqueles que entram em um local com ar-condicionado e começam a espirrar", explica.

De acordo com o médico, os antialérgicos são bastante eficazes no tratamento das rinites, mas como as pessoas alérgicas geralmente apresentam sintomas diários e frequentes, não é recomendado tomar medicação todos os dias. Existem outras estratégias que podem melhorar o controle da doença, como a imunoterapia, conhecida como a vacina da alergia, que consiste em ensinar o corpo a parar de reagir de forma exagerada contra a substância que a provoca, o chamado gatilho. Este tratamento pode ocorrer de forma sublingual ou por via subcutânea injetável.

Cuidados no São João também são necessários

E na Bahia, mesmo sem um inverno rigoroso, o período coincide com os festejos de São João, que reúnem multidões e grandes aglomerações e ainda espalham no ambiente muita fumaça, fuligem e produtos químicos com cheiros fortes derivados da queima de bombinhas, rojões e espadas.

Dicas para evitar crises de rinite

·        As principais recomendações feitas pelo médico para evitar complicações de resfriados e gripes envolvem a ingestão de líquidos, boa alimentação, repouso e tratamento medicamentoso para alívio dos sintomas.

·        Para as pessoas alérgicas, outros cuidados se fazem necessários, como manter o ambiente limpo e arejado, não usar espanador, passar pano úmido no chão e superfícies de contato, descartar produto de limpeza com cheiro forte, usar capas antialérgicas em colchões e travesseiros e guardar as roupas que não vão ser usadas armazenadas em sacos a vácuos.

·        Uma alternativa para quem não tem como fazer o fechamento a vácuo é guardar as peças em uma sacola, fechar bem e quando for usar as roupas, lavar na máquina em temperatura acima de 60ºC ou passar a ferro quente.

·        Em regiões da Bahia onde o clima pode ficar mais seco o uso do umidificador é recomendado, mas é preciso tomar cuidado para não exagerar no uso porque isso pode facilitar a proliferação de ácaros e fungos, de acordo com o especialista.

Otorrino Center – Com mais de 20 anos sendo uma grande referência em Otorrinolaringologia, a Otorrino Center atua com Otologia e Otoneurologia, Rinologia, Laringologia, Estomatologia e Medicina do Sono no segmento infantil e adulto. A clínica também é referência em tratamentos especializados para otites, perda auditiva, tontura, zumbido, timpanoplastia, sinusite, desvio de septo, nariz entupido, rinite, sangramento nasal, dor de garganta, engasgos, rouquidão, refluxo, apneia do sono, ronco em adultos, crianças e bebês, e tumores de cabeça e pescoço, por exemplo. Na Otorrino Center são oferecidas diversas modalidades cirúrgicas: tratamento de perfurações timpânicas e otites crônicas, correção das orelhas de abano, implantação de tubo de ventilação, endoscópica nasal, plástica de nariz, amígdalas e adenóides, cabeça e pescoço, além de crânio-maxilo-facial. Informações: https://otorrinocenter.com/

Grupo H+Brasil (Hospital Dia e Otorrino Center) – Focado no atendimento de multiespecialidades médicas, a holding foi fundada em 2017 e já soma mais de 12 milhões de atendimentos em diferentes regiões do país. Conta com 32 marcas, aproximadamente 100 unidades de atendimento, mais de 3.000 colaboradores e 1.500 médicos especialistas. Além da referência em Oftalmologia com o Grupo Opty, maior grupo da América Latina, o H+ Brasil tem focado suas ações pelo país em Ortopedia (Ortocity, Instituto Osmar de Oliveira e CRS) e em Urologia (Urobrasil), tendo como destaque a Otorrinolaringologia a partir de Salvador (Otorrino Center). Para reforçar o compromisso com a qualidade e a segurança no cuidado dos pacientes, o grupo inaugurou, na Bahia, em abril de 2022, o seu primeiro Hospital Dia de todo o Brasil. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Lenium - Criar site de notícias