Domingo, 16 de Junho de 2024
Publicidade

A sustentabilidade do governo Lula

Sem competência para tocar adiante seu projeto de Nação, o governo Lula vai definhando. A disputa interna entre ministros seria uma das causas do problema.

30/05/2024 às 20h41 Atualizada em 30/05/2024 às 21h08
Por: LOURIVAL JACOME, jornalista e publicitário Fonte: Folhapop
Compartilhe:
Lula se mostra impotente perante seus adversários (arquivo)
Lula se mostra impotente perante seus adversários (arquivo)

Por mais que se dê desconto ao governo para entender o que se passa em Brasília, é impossível enxergar alguma estabilidade futura para o governo Lula. As ações dos bolsonaristas, que jamais saíram do palanque, aliadas com o imbróglio provocado pelos ministros de Lula estão jogando por terra toda a proposta de Lula, em seu terceiro mandato, de elevar o Brasil a um patamar mais elevado como nação.

Uma prova dessa situação desfavorável são os resultados das votações no Congresso. Nas últimas semanas os interesses do presidente levaram cacete em todas as votações no Congresso, a exemplo do veto da proposta de “saidinha”, no início desta semana. O problema é ministro atirando para dentro do quartel e deputado e senadores da base aliada também. Talvez prevendo essa situação insustentável, o ex-ministro Dino preferiu uma nomeação para o STF. Foi justamente a partir da saída de Dino que o governo começou a perder sustentabilidade, enquanto que os bolsonaristas jogam livres e soltos em canais da internet e no Congresso, atuando contra o governo que sequer se defende, porque não tem defensor para fazê-lo.

Suspense em Eunápolis 

Em Eunápolis apenas a prefeita Cordélia Torres ainda não lançou sua pré-candidatura para tentar a reeleição. Estão lançadas as candidaturas de Robério, Neto Guerrieri e Marta. Verdadeiramente, se fosse hoje a eleição, a disputa seria entre Cordélia e Marta, considerando os impedimentos de Neto e Robério, que não seriam habilitados para a disputa, estando com pendências judiciais. O que se percebe nas discussões em certos cantos da cidade, é que o suspense não tem prazo para terminar. Mas, em bastidores já se cogita nomes dos substitutos dos dois ex-prefeitos para o caso de impedimentos concretizados. Larissa Oliveira substituiria o pai, seu Robério, e Kaká Resolve voltaria par a cabeça de chapa do Avante, com a saída de Neto Gierrieri.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Lenium - Criar site de notícias