Domingo, 16 de Junho de 2024
Publicidade

Bahia recebe nesta terça-feira a 2ª edição do Zunne, programa de investimentos que pretende apoiar negócios de impacto no Norte e Nordeste.

O Zunne – Programa de Impacto, tem como prioridade negócios liderados por mulheres, pessoas pretas e indígenas

28/05/2024 às 14h59
Por: Da Redação Fonte: AD2M Comunicação
Compartilhe:
Francisco Vicente, Ticiana Rolim e Marcos Pedonte, idealizadores do Zunne ( AD2M)
Francisco Vicente, Ticiana Rolim e Marcos Pedonte, idealizadores do Zunne ( AD2M)

Lançado em 2023, o Zunne – programa de investimentos de impacto – mobilizou R$ 4,7 milhões em investimentos para negócios de impacto das regiões Norte e Nordeste no ano passado, priorizando aqueles comandados por mulheres, pessoas pretas e indígenas. O programa, que mobilizou toda uma cadeia de grandes e pequenos investidores, filantropos e empreendedores sociais, lança, nesta terça-feira (28), em Salvador, uma nova edição, que pretende potencializar o impacto positivo gerado, aumentando os investimentos e o número de negócios beneficiados. O Zunne é uma realização da TRÊ Investindo com Causa, da Yunus Negócios Sociais e da Somos Um – organizações de apoio aos negócios de impacto socioambiental positivo, em parceria com o Instituto Beja e com apoio da Fundação Tide Setubal.

O lançamento em Salvador acontecerá em dois momentos na sede do Sebrae Costa Azul. Às 16h, o “Inventivos Talks” reunirá Ticiana Rolim, Marcos Pedote e Mila Ladeia, idealizadores do programa, além de Silvânia Brito, representante do negócio de impacto SDW, que recebeu investimento do Zunne na primeira edição, com mediação de Lucas Santana, cofundador da Inventivos. Este primeiro momento será direcionado a empreendedores de impacto. Em seguida, às 18h30, haverá um happy hour com investidores. Outras cidades do Norte e Nordeste também devem receber, nos próximos meses, a apresentação do programa.

A ideia é aproximá-lo do ecossistema de impacto de cada uma e estabelecer um diálogo para apresentar as condições de participação no programa – seja como investidor ou como negócio apoiado. Além disso, o evento traz a importância de se falar sobre o fomento a uma nova rota de investimentos que não se restrinja ao Sudeste, democratizando não só o acesso aos recursos, mas também a oportunidade de mais pessoas se tornarem investidoras, considerando valores acessíveis para iniciar o investimento.

Resultados da 1ª edição do Programa

Do montante mobilizado pelo Zunne em 2023, R$1,5 milhão foi fruto de filantropia e R$3,2 milhões de investimentos para negócios de impacto nas regiões Norte e Nordeste. Ao todo, 98 negócios se inscreveram e 13 foram selecionados para receber investimento, provenientes de 197 investidores de diversos estados do Brasil.

Captação de Recursos

O Zunne tem estrutura Blended Finance. Ou seja, une capital filantrópico e investimento - recursos de grandes e pequenos investidores (pessoas físicas ou jurídicas).  Na 2ª edição do programa, será possível fazer investimentos a partir de R$100.

Na prática, dos R$10 milhões previstos para a 2ª edição do programa, R$4 milhões serão fruto de filantropia. Destes, R$1,5 milhões serão direcionados para o fundo garantidor; 1,5 milhão para a Trilha Flora (mais informações abaixo) e R$1 milhão para a gestão do programa.

Para os doadores, estão disponíveis 4 cotas exclusivas: Cota Favo – R$100 mil, Cota Colmeia – R$250 mil, Cota Mel – R$500 mil e Cota Néctar – R$1 milhão. Os outros R$6 milhões que compõem o programa deverão ser aplicados pelos investidores.

Ao investidor, o programa oferecerá retorno de 10% ano sobre os aportes (equivalente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e premiação, além do fundo garantidor de inadimplência em até 25%. O prazo de carência é de seis meses e o retorno do investimento será em até quatro anos.

Os interessados em participar do Zunne – Programa de Impacto, como doador, investidor, mentor ou empreendedor, podem acessar o link abaixo e preencher o formulário: https://forms.gle/v2PZtqRyxjFZCwuA6

A 2ª edição do Zunne contará com duas trilhas de investimento

O “Zunne 2.0” inicia sua jornada com o objetivo de mobilizar R$10 milhões. Nesta segunda edição, o programa foi aprimorado e contará com duas trilhas de investimento: a Trilha Flora e a Trilha Pólen.

A primeira se destinará a investimentos filantrópicos de até R$100 mil em empreendimentos que tenham faturamento anual entre R$200 e R$600 mil. Esta iniciativa surge como resposta à necessidade observada na edição anterior, em que muitos negócios não puderam participar devido ao não alcance do faturamento mínimo.

"Não queremos deixar ninguém para trás; por isso, criamos a Trilha Flora, uma linha de investimento com um olhar ainda mais sensível para os negócios com menor faturamento, mas com grande potencial de crescimento. Nessa trilha, vamos dar exclusividade para mulheres negras e indígenas; é uma chamada afirmativa para contribuirmos com a igualdade racial", pontua a fundadora e presidente da Somos Um, Ticiana Rolim Queiroz.

Já na Trilha Pólen, os negócios de impacto que ultrapassam o faturamento de R$600 mil anuais podem buscar empréstimos de até R$500 mil, com uma taxa de juros de 14,8% ao ano (equivalente a 1,2% ao mês), taxa menor que as praticadas por bancos de desenvolvimento.

Tanto para a Trilha Flora quanto para a Trilha Pólen, os empreendimentos interessados devem realizar inscrição prévia, preenchendo ao formulário mencionado acima, com informações sobre o negócio, incluindo dados financeiros e evidências de seu impacto social ou ambiental. Após essa etapa inicial, os empreendimentos passam por um processo de seleção, com até 10 sendo selecionados para a Trilha Flora e 20 para a Trilha Pólen.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Lenium - Criar site de notícias